Weby shortcut
Youtubeplay

ABRIL 2017

Atualizado em 24/04/17 09:39.

Tempo a fio

Dia: 04 de abril de 2017 (terça)

Horário: 20:00h

Cantora/percussionista: Luciana Alves Viana

Violonista/guitarrista/contrabaixista: Eddy Andrade da Silva

Entrada: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)

Classificação Livre

Sinopse: O show Tempo a fio, de Luciana Viana e Eddy Andrade, é um espetáculo musical que tem sua matriz no repertório de canções latino-americanas. O espetáculo revive e ressignifica canções de saudade da terra desde a ideia de que ela foi usurpada violentamente. O duo dá voz às lutas e necessidades dos povos da América do Sul através de músicas que esses povos cantaram em luta por maior igualdade. Este repertório é composto por músicas de Ataualpa Yupanqui (Argentina), Raphael Hernandez (Porto Rico), Gonzaguinha (Brasil) e é apresentado com arranjos concebidos pelos artistas. A instrumentação principal desse espetáculo é formada por voz e violão. Entretanto, Eddy Andrade executa algumas músicas do show tocando guitarra e contrabaixo; e Luciana Viana conduz o espetáculo cantando e tocando percussão em algumas músicas.

 

 .

 

 

 

Como nascem os heróis? (Teatro Cego)

Dia: 6 e 7 de abril de 2017 (quinta e sexta)

Elenco: Clégis de Assis Silva, Reginaldo Mesquita, Marcus Pantaleão, Fernando Santana

Entrada: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)

Classificação Livre / Infantil / Acessibilidade

Sinopse: O espetáculo conta a história de um terrível vilão, o Senhor Atrito, que apronta todas no fantástico mundo da imaginação, onde tudo pode acontecer. Porém, dois cientistas malucos vão fazer de tudo para derrotar o terrível vilão e salvar o mundo da imaginação. O roteiro brinca com elementos naturais do cotidiano e discute ainda questões humanas e sensíveis ligadas ao relacionamento interpessoal e social. A peça ensina que todos nós somos heróis e que não é preciso ter super poderes para ajudar o próximo.

Como nascem os heróis ? é um espetáculo infantil que mescla música e teatro, concebido especialmente para o público cego, no entanto, a peça permite que as pessoas que enxergam assistam ao espetáculo com uma venda cobrindo os olhos. Enquanto a legenda e a audiodescrição configuram-se atualmente como principais técnicas utilizadas para garantir a acessibilidade ao teatro e cinema, o espetáculo Como nascem os heróis? vai além. No decorrer da peça o público é levado por uma viagem de sensações que afloram com a emoção que emana de cada cena. O trabalho é complexo e envolve, além de atores e músicos, uma série de ajudantes, responsáveis por causar as sensações na plateia.

 .

 

 

Concertos em Goiânia

 

Dias 09 de abril de 2017
11 horas

ENTRADA FRANCA

Obras Schubert, Brahms, Chausson, Viana, Curitiba, Villa- Lobos.

tenor Ricardo Tuttmann
piano Ana Flávia Frazão

 

.

 

 

Por Cima do Mar eu Vim.

Dia: 12 de abril de 2017

Entrada: R$ 20,00 (inteira) R$ 10,00 (meia)

“Por cima do mar eu vim. Atravessei a Kalunga Grande como quem encara a própria morte e aqui cheguei. Na travessia, pude pressentir todo mal que ainda estava por vir. Com a alma retorcida, chorei e rezei baixinho pra não acordar meu desespero, mas não teve jeito... De tanto chorar e rezar, minhas lágrimas e preces se fundiram em um único canto. E quando eu cantei deu um balanço no mar que reverberou no meu corpo por anos, séculos até. Nessa terra aqui plantei meu sangue e meu suor e dela brotou quilombos, batuques, terreiros, samba, capoeira e outras quizombas. Pouco antes de partir, Nzinga Mbandi, a rainha que sabia fazer chover, me abençoou. Disse que eu sentiria medo, mas me recomendou coragem. Aqui estou pra contar nossa história.”  Num território híbrido entre dança, teatro, música e culturas populares o Núcleo Coletivo 22 apresenta o espetáculo Por Cima doMar eu Vim.

 .

 

 

 

 

Recital de Câmara – Piano, Flauta e Viola

Dia: 25 de abril de 2017 (terça)

Horário: 20h.

Piano: Consuelo Quireze Rosa

Flauta: Stefânia Benatti

Viola: Cleverson Cremer

Entrada: Gratuita

Classificação Livre

Sinopse: A Música de Câmara, composta para pequenas formações, é um dos gêneros mais importantes, não só pelo seu imenso repertório com variados estilos, mas por ser ainda a base da construção arquitetônica da música universal. Consuelo Quireze, Stefânia Benatti e Cleverson Cremer formam um trio que visa colaborar para a divulgação desse repertório, promovendo assim o fomento a produção e a difusão de tais valores culturais. Peças de Aleksander Glazunov, Elegia, Trio de Bohuslav Martinu, Fantasistücke op.73 de Robert Schumann e sonata de Eldwin Burton foram as escolhidas para este recital.

 .

 

Listar Todas Voltar