Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
Youtubeplay db0358e6953f0d0ec2cd240bca6403729d73b33e9afefb17dfb2ce9b7646370a

APRESENTAÇÃO

Atualizado em 02/08/17 17:24.

 

O CCUFG era o antigo Espaço Cultural da UFG, na Praça Universitária, que passou por grande reforma nas instalações físicas e por nova concepção de seu uso como aparelho cultural.

A transformação do espaço exigiu volumosa quantia e foi realizada por etapas durante cinco anos. Atualmente, o CCUFG está vinculado ao setor da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFG.

O Centro Cultural UFG (CCUFG) foi inaugurado no dia 09 de dezembro de 2010, com a exposição “Arte Contemporânea – Acervo UFG”, por ocasião das comemorações do cinquentenário da Universidade Federal de Goiás. A exposição, com curadoria assinada pelo primeiro Diretor e um os idealizadores do Centro Cultural, o artista plástico Carlos Sena Passos, apresentou um recorte do acervo de 32 artistas, nas categorias desenho, pintura, gravura, objeto, escultura, instalação, fotografia e vídeo- arte, oferecendo uma visão ampliada sobre a produção de arte contemporânea pertencente ao acervo da UFG.

O projeto arquitetônico foi assinado por Fernando Simon, possui características minimalistas e sofisticadas que aliam plasticidade com funcionalidade. Estas características arquitetônicas acentuam o caráter simbólico do edifício, sugerindo a idéia de um container sendo utilizado para comportar a criação artística contemporânea.

Após seis anos desde sua inauguração, o CCUFG construiu uma identidade dentro do contexto das tendências contemporâneas em artes visuais, teatro, dança e música, na cidade de Goiânia.

espaço cresceu, estabeleceu-se e mantém uma programação cultural intensa, que inclui exposições, peças, shows, palestras, oficinas, plano ações educativas e visitas guiadas que visam atender às demandas do público visitante.

 foto_Helio Sperandio01Foto: Helio Sperandio

 

O CCUFG tem equipes que se encarregam de programar, produzir,gerir e comunicar as atividades culturais. Em junho de 2016, essas áreas foram divididas em três núcleos estruturantes: Músicas e Artes Cênicas, Artes Visuais e Intercâmbio e Ações Educativas.

Possui duas salas de exposição, reserva técnica do acervo, sala de ação educativa, teatro e sala de dança. Camarins, dependências administrativas e pátio multiuso. Sua programação está dedicada a exibições de artes visuais, teatro, dança, música, eventos literários e a ações educacionais em arte.

 

Listar Todas Voltar